Equipamento Cultural

Você está aqui: Home » Entre a guerra e os guardanapos – especial: dicas de leitura

Agenda Cultural

Acesso gratuito à internet

Responsável:
Biblioteca Municipal

Projeto Diário
Programa de acesso gratuito a
Internet a toda a comunidade.

Dias: De segunda a sábado

Horário:
2ª a 6ª feira: 8h30 às 20h00
sábado: 8h30 às 12h00

Entre a guerra e os guardanapos – especial: dicas de leitura

Dica de leitura aborda dois livros completamente antagônicos em todos os aspectos. Sniper Americano é uma biografia do mais letal atirador de guerra, sobretudo no período chamado Guerra ao Terror; já o segundo livro Eu me Chamo Antônio, o autor mostra toda sua sensibilidade e criatividade nas mensagens escritas em guardanapos de papel.

Esses e mais 83 mil títulos você pode encontrar no acervo da Biblioteca Municipal Dr. Abelardo de Cerqueira César. Para confeccionar a carteirinha de associado é só comparecer à Biblioteca munidos de documentos pessoais (RG ou Certidão de Nascimento), uma foto 3×4 e comprovante de endereço. A

 

Sniper Americano

Uma autobiografia de Chris Kile, considerado o mais letal atirador de elite da Marinha dos EUA. Publicada em 2012 e transformada em filme em 2014. Em 2 de fevereiro de 2013, Chris foi baleado e morto por um ex-soldado de 25 anos com transtorno de estresse pós traumático. Deixou um relato franco e contundente de sua passagem pelas forças armadas no auge da chamada Guerra ao Terror e que figura entre as mais relevantes memórias de guerra da atualidade. A adaptação para o cinema da autobiografia de Chris foi lançada em dezembro de 2014, com o mesmo título e concorreu a cinco categorias no Oscar 2015.

 

Eu me Chamo Antônio

Antonio é personagem de um romance que ainda vai ser escrito. Mas, nem por isso impediu que se tornasse um best-seller com uma poesia e irreverência de frases e pensamentos rabiscados em guardanapos em meio às mesas de bar e entre um chope e outro. O Segundo – Eu me Chamo Antonio mostra que em seus textos nada mudou: suas paixões, inspirações, onde lágrimas deveriam falar e o amor deveria ser o sentimento mais nobre que o ódio. E que os destinos possam se mudar a partir da leitura de um bom livro, sobretudo um livro extremamente criativo e revolucionário.

9314fdb0-71d8-4b3e-8d5d-e7085d626a4c

 

 

Governo de Presidente Prudente

 

INFORMA – SECRETARIA DA CULTURA

Presidente Prudente, 09 de maio de 2019